3.214.224.207
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
construcao-sustentavel

Construção sustentável, 10 tendências que prometem tornar o mundo da construção mais verde

Durante muitos anos, a construção civil foi um dos setores que mais resistiu às mudanças tecnológicas, mantendo-se fiel aos métodos de trabalho e processos tradicionais.
 
No entanto, com a mão-de-obra a tornar-se mais escassa e com a necessidade de aumentar a produtividade e reduzir os custos, começou lentamente a abraçar novas tecnologias e inovações.
 
Com a chegada da Construção 4.0, iniciou-se uma revolução marcada por novas técnicas, materiais e processos que prometem transformar a forma como atualmente se constrói.
 
Nos próximos anos, várias serão as tendências que irão marcar a Construção Civil e que lentamente irão transformar este setor. 
 

Conheça as principais tendências que promotem tornar o mundo da construção mais verde

 
O mercado da construção atravessa uma fase de grande transformação. Várias inovações prometem mudar este setor, nomeadamente no que respeita à sustentabilidade ambiental. 
 
Fique a conhecer as principais tendências que irão revolucionar a construção e que a irão retirar da lista dos setores "menos digitais” e mais poluentes.
 

1- Biomimética

 
Embora o termo seja desconhecido para muitos, é algo que poderá marcar fortemente o futuro da construção.

 
A biomimética é o nome que se dá à área da ciência que estuda as estruturas biológicas e as suas funções com o objetivo de aplicar a sua lógica ou propriedades à nossa realidade.Ou seja, observa as características naturais e a forma como a natureza se adapta com o objetivo de desenvolver novos materiais ou novos processos.
 
A construção civil é um dos setores que poderá beneficiar fortemente com esta área de investigação, podendo surgir novas formas de construção sustentável com métodos e materiais mais inteligentes e eficazes.
 

2- Drones e robótica

 
A robótica vai também começar a desempenhar um papel cada vez mais importante no mundo da construção civil. 
 
Os drones irão passar a ser ferramentas úteis para topografia e agrimensura, os robôs estarão dotados de sensores e inteligência artificial que lhe irão fornecer uma precisão milimétrica e um baixo nível de erro e os wearables, como os exosqueletos, irão permitir aumentar as capacidades humanas.
 

3- IoT

 
Com o crescimento da utilização de máquinas e sistemas inteligentes, o IoT irá surgir como uma forma destes se interligarem.
 
Através de sensores, será possível colocar as máquinas e sistemas a comunicar entre si sem a necessidade da intervenção humana.
 
Desta forma, teremos ecossistemas cada vez mais autónomos e que fornecem dados em tempo real, ideal para facilitar a tomada de decisão dos gestores.
 

4- Cidades inteligentes 

 
A nível mundial, são cada vez mais as cidades que procuram apostar num conceito inteligente para evoluir o conforto e a qualidade de vida dos seus cidadãos.
 
Além de toda a tecnologia englobada neste processo, o foco na construção sustentável e as soluções de otimização de energia, água e transporte serão também reforçadas com este conceito.
 
Estes serão processos de construção cada vez mais procurados, tornando-se importante que as empresas de construção se adaptem a esta nova realidade para se manterem competitivas no mercado.
 

5- Realidade aumentada e virtual

 
A realidade aumentada será em breve uma ferramenta bastante útil para a equipa de construção ou engenharia nas várias fases dos projetos.
 
Através do uso desta tecnologia, é possível a sobreposição de elementos digitais na nossa realidade, permitindo que se analise e avalie as estruturas e espaços de construção antes de iniciar a obra. 
 
Juntamente com a realidade virtual, esta poderá também ser uma solução para formar e treinar equipas através da criação de um cenário virtual.
 

6- BIM

 
Com a utilização do BIM (Building Information Management) é possível criar versões 3D dos projetos para que seja mais fácil visualizar, analisar e propor alterações às infraestruturas antes do início da obra.
 
Quando aliado à realidade aumentada ou virtual, oferece uma nova experiência de visualização dos projetos, que permite visualizar e acompanhar o desenvolvimento das construções de forma realista.
 

7- Impressão 3D

 
Embora a impressão 3D esteja ainda a dar os primeiros passos, já existem impressoras que oferecem a possibilidade de imprimir em cimento.
 
Podendo ser usadas na fábrica ou no local de obra, podem ajudar a construir peças com alta precisão, sendo especialmente úteis nos projetos de construção modular.
 

8- Estruturas pré-fabricadas e modulares

 
A construção modular começa a ganhar cada vez mais adeptos. Neste tipo de obra em módulos, as peças são construídas em fábrica e montadas posteriormente no local de construção.
 
Desta forma, é possível construir peças de alta precisão e qualidade, ao mesmo tempo que se reduz o tempo e o custo da obra.
 

9- Aplicações e softwares

 
Nos últimos anos, têm surgido vários softwares de apoio à gestão que permitem simplificar a forma como se acompanha a obra.
 
Além de apoiarem na construção de cronogramas, possibilitam ainda o registo de cada etapa do projeto, a ligação direta aos fornecedores ou o controlo do orçamento.
 
Assim, é possível obter um maior controlo sobre a evolução da construção e os seus recursos, evitando a possibilidade de atrasos e derrapagens.
 

10- Construção sustentável 

 
Se durante muito tempo a construção foi associada a grandes quantidades de resíduos, começa agora a trilhar um caminho mais sustentável.
 
A aposta em conceitos mais naturais, a adoção de materiais mais sustentáveis e a otimização dos recursos naturais são 3 dos principais eixos desta nova abordagem. 
 

Construção sustentável: Uma nova abordagem mais ecológica

 
Atualmente, o foco da construção começa a mudar gradualmente. Já não é suficiente desenvolver um edifício bonito e confortável, sendo agora necessário que este seja sustentável tanto na construção como na sua utilização.
 
Surge assim um novo paradigma na conceção, construção, manutenção e desmantelamento de edifícios a que se dá o nome de Construção sustentável.
 
Este conceito traduz-se pela construção com impacto ambiental mínimo, procurando dar resposta às necessidades dos indivíduos sem colocar em causa futuras gerações.
 
Para a adoção deste modelo de trabalho sustentável é importante ter em consideração os seguintes aspetos:
 
  • Reciclagem – A reciclagem é uma das palavras de ordem deste conceito, sendo importante a utilização de materiais reciclados.
  • Reutilização da água – Num projeto de uma construção sustentável é importante que sejam desenvolvidos sistemas de reutilização de águas residuais tratadas, e da chuva, para que possam ser utilizadas para outros fins (ex. regar as plantas).
  • Luz solar – De forma a reduzir o consumo de eletricidade e aquecimento, é essencial que a casa seja pensada para captar uma boa quantidade de luz natural e de reter o calor por si gerado.
  • Energia solar – A instalação de painéis solares é também um requisito obrigatório, permitindo aproveitar a luz solar para reduzir o consumo de eletricidade, climatização e aquecimento das águas.
  • Materiais sustentáveis – Na construção sustentável é importante que tanto os materiais como o seu transporte seja amigo do ambiente, procurando minimizar as emissões de gases prejudiciais para o ambiente.
 
O papel do software  num modelo de construção sustentável Muitas vezes caracterizado como um setor marcado por atrasos e derrapagens de orçamento, a Construção Civil começa agora a apostar em novas tecnologias para ultrapassar este paradigma.
 
Com a utilização de software de apoio à gestão, é possível obter um controlo maior sobre o progresso das obras de forma a ganhar maior rentabilidade e eficiência na sua gestão.
 
Através destas ferramentas, idealmente integradas de forma nativa num  ERP, é possível suportar, recolher, processar e distribuir a informação produzida dentro e fora da obra, para que seja trabalhada e utilizada como ferramenta de apoio à tomada de decisão e ao aumento de produtividade. Os sistemas de informação de apoio à gestão são determinantes para empresas de construção sustentáveis. A digitalização de processos é o primeiro passo rumo a uma construção sustentável, na medida em que elimina por completo a circulação de papel, contribuindo de forma significativa para a sustentabilidade ambiental.
 

PRIMAVERA Construction – Uma gestão mais eficiente das suas obras

 
Se procura uma forma de otimizar a gestão do seu negócio de construção e de o integrar na era da gestão 4.0, conheça a PRIMAVERA Construction, uma solução desenhada à medida para o setor da construção civil.

Conheça o caso de sucesso da Tecnovia

 
A Tecnovia, uma das maiores empresas nacionais de construção, já está em plena era digital com o apoio  das soluções PRIMAVERA. Descubra como esta multinacional de referência melhorou a sua eficiência global com as soluções PRIMAVERA. Entre também na era da construção sustentável!

Partilhar
0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!