3.238.125.76
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
Manutenção industrial

Manutenção industrial: como tirar partido da tecnologia

Também denominada de quarta revolução industrial, a fusão de novas tecnologias digitais e a sua aplicação aos métodos de produção, impulsionada pela Internet of Things, o Big Data e a Inteligência Artificial, terá como consequência uma profunda alteração não só no quotidiano das empresas, como nas economias mundiais.

Embora a ritmos distintos para diferentes zonas do planeta e áreas de atividade, não há dúvidas de que a Indústria 4.0 está mesmo a chegar. À medida que o conceito se vai tornando cada vez mais uma realidade, é fundamental para a competitividade global das empresas acompanhar a tendência. Aquelas que não se modernizarem ficarão, necessariamente, para trás.

Para ajudar a sua empresa a acompanhar esta nova era, partilhamos algumas tendências que já começam a ser aplicadas no contexto industrial, para que possa rentabilizar o investimento efetuado nas instalações, equipamentos e ativos da sua organização.

Indústria 4.0: é por aqui que passa o futuro das empresas

 
Um dos conceitos a destacar nesta quarta era industrial é a internet das coisas, IoT na sigla em inglês, que consiste na possibilidade de dispositivos inteligentes comunicarem entre si. O que os torna verdadeiramente "inteligentes” é a utilização de sensores que permitem recolher informação sobre o seu funcionamento, que é depois partilhada com os utilizadores finais de maneira útil e inteligível. 

A preponderância da IoT na indústria tem vindo a consolidar-se nos últimos anos e deu já origem a um novo conceito aplicado especificamente ao setor: Industrial Internet of Things (IIoT).

Chãos de fábrica com redes de equipamentos interligados ou dispositivos móveis conectados a objetos físicos que recolhem, armazenam e partilham enormes volumes de dados, recorrendo à computação em nuvem, são cenários cada vez mais frequentes. As organizações que já recorrem a estes sistemas de informação que conectam o mundo real ao virtual, perceberam rapidamente os ganhos de eficiência e rentabilidade que a IIoT proporciona e que uma das áreas empresariais que mais pode beneficiar das vantagens desta tecnologia é a manutenção industrial.

Qual a importância da manutenção na nova era digital?

 
Com o surgimento da Indústria 4.0, os processos de manutenção evoluíram de um modelo preventivo para preditivo — o foco deixou de estar centrado na prevenção, passando para a previsão. 

Neste novo contexto, a manutenção industrial assume-se simultaneamente como uma necessidade e uma oportunidade acrescida. Uma necessidade, dada a complexidade dos sistemas atuais e a inclusão de equipamentos cada vez mais sofisticados e sensíveis, o que não só representa um grande investimento por parte das empresas, como exige também elevados níveis de fiabilidade e operacionalidade. Uma oportunidade, porque é precisamente a conectividade que caracteriza esta transformação digital que permite um grau de monitorização dos equipamentos nunca antes visto, fundamental à atividade da manutenção e em particular da manutenção preditiva ou preventiva.

Mas o que é afinal a manutenção preditiva?


A manutenção preditiva tem por base a análise de dados recolhidos através de sensores e outras tecnologias, que permitem medir um conjunto de parâmetros previamente determinados, como por exemplo a vibração, temperatura, pressão ou o consumo de óleo, acompanhando em tempo real o desgaste ou a degradação das máquinas e equipamentos. O objectivo deste tipo de manutenção é o de intervir antes do momento da falha e com isso reduzir as reparações e evitar custos avultados, aumentar a vida útil dos equipamentos e melhorar a sua capacidade produtiva.

Saiba qual o papel do CMMS num serviço de manutenção preparado para a era da indústria 4.0


Apesar das vantagens da manutenção preventiva, não é possível eliminar por completo a existência de falhas. Além disso, existem equipamentos, que pela sua natureza, devem estar associados a planos de manutenção corretiva e não preventiva. É nesta conjugação de planos de manutenção preventiva e corretiva que um CMMS, Computerized Maintenance Management System, ou solução de gestão da manutenção, desempenha um papel primordial. 

Através destes sistemas é possível:

 
  • Gerir o parque de ativos e estabelecer planos de manutenção
  • Acompanhar as atividades realizadas, materiais consumidos, serviços prestados e respetivos custos
  • Aumentar a operacionalidade e o tempo de vida útil dos ativos
  • Rentabilizar o investimento efetuado

Um CMMS permite rentabilizar ao máximo o investimento efetuado em equipamentos e instalações. Conheça o caso de sucesso da empresa O FELIZ,  que optou por uma gestão integrada dos processos de produção e manutenção, assegurada pelas soluções PRIMAVERA. Pode também fazer o download do e-book "Manutenção Industrial: Guia para a manutenção de equipamentos na era da Indústria 4.0” para ficar a par das tecnologias que estão a revolucionar o setor.
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!