44.221.73.157
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Gestão inteligente
{alt:Rosa Peixoto}

Gestão Inteligente da Administração Pública: 4 vantagens

A Máquina Pública tem sido fortemente influenciada pela Era Digital. Estamos hoje num paradigma de gestão inteligente da administração pública.

Hoje, é realmente fácil fazer uma utilização simples e intuitiva de um conjunto diversificado de serviços, em qualquer lugar e seja a que hora for. Nada está demasiado longe ou demasiado inacessível. A tecnologia inteligente veio revolucionar a forma como o indivíduo comunica, interage e trabalha. Por este motivo, antes de dar qualquer passo no sentido da construção de Serviços Inteligentes, a Administração Pública deve saber como tirar o máximo proveito das potencialidades da tecnologia para melhorar as suas práticas de gestão internas.

As vantagens da tecnologia para uma gestão inteligente na administração pública

Uma Administração Inteligente conduz a um serviço eficiente!

Uma gestão inteligente é uma gestão focada na eficiência, na transparência dos processos, na criação de canais de comunicação, no desenvolvimento dos seus recursos humanos, na implementação de modelos sólidos e fidedignos de orçamentação e reporting, na digitalização de processos e - não menos importante - em sistemas de monotorização e controlo de resultados.

No processo que conduz à prestação de um serviço mais inteligente, é fundamental começar por assegurar o empenho das lideranças executivas. As diferentes unidades e departamentos dos organismos públicos devem procurar formas de incrementar os seus níveis de literacia tecnológica. Por outras palavras, para verdadeiramente beneficiar do potencial das soluções de gestão inteligente que estão na linha de partida de todo o percurso de transformação da gestão pública, é fundamental começar por saber como agilizar os processos de gestão internos.

Mais que tecnologia: Pessoas

De nada adianta implementar a mais recente e avançada tecnologia, se os líderes e as equipas não se demonstrarem aptos, capazes ou até recetivos à sua utilização. Os gestores são os verdadeiros agentes de mudança e, tendo em consideração a miscelânea geracional que compõe atualmente a população ativa, torna-se particularmente pertinente investir na capacitação tecnológica das pessoas.

Por esse motivo, para além de pensar nos recursos materiais necessários, é crucial priorizar a formação das equipas, dotando-as de competências digitais. Incluir nos planos de gestão a formação contínua dos líderes e das equipas é fundamental para que a Administração Pública entre, em pleno, na era digital, a Era Digital.

Mais eficiência interna

Quer o advento da Era Digital, quer as crescentes pressões orçamentais vieram reforçar a pressão exercida sobre os organismos públicos, no sentido de aumentar os níveis de eficiência interna e os níveis de qualidade do serviço prestado. Os cidadãos e as empresas do setor privado são cada vez mais exigentes. O cidadão procura acessibilidade, celeridade e eficiência, o que subentende a otimização de recursos e a digitalização de processos no setor público.

Muitos são os autores, inclusive Navarro, Ruiz e Peña (2017), que defendem o argumento de que as TIC são meios tecnológicos que permitem incrementar a produtividade dos setores da Administração Pública. Estes autores afirmam, aliás, que a implementação de sistemas deste género possibilita uma gestão simplificada dos organismos públicos, independentemente das especificidades características do setor.

Desta forma, ferramentas tecnológicas, como um Sistema de Gestão Central, atuam para a considerável melhoria da gestão interna dos múltiplos organismos e serviços públicos, promovendo o desenvolvimento económico, o investimento, a qualidades de vida dos cidadãos, o aumento da inclusão social e, claro está, a notoriedade e o prestígio das respetivas instituições e organismos públicos.

Automatismos que garantem celeridade

Um ERP (Enterprise Resource Planning), especialmente desenvolvido para o setor público, trará vantagens evidentes para a gestão. A sua implementação permitirá um controlo orçamental rigoroso da despesa e receita, uma gestão financeira eficiente dos contratos públicos, de acordo com os limites legais previstos no Código de Contratação Pública (CCP), uma prestação de informação simplificada e ágil ao Tribunal de Contas, entre muitas outras vantagens.

Responder ao novo paradigma, que dita uma gestão orçamental rigorosa, com a necessidade de prestação de serviços de qualidade ao cidadão, é possível com a ajuda de um ERP, mas não um ERP qualquer. Um sistema híbrido, que concilia a utilização tradicional instalada nos equipamentos, com uma ligação simples a aplicações e sistemas cloud. Esta é uma solução que permite manter dentro de portas os dados críticos e aceder a aplicações na cloud a qualquer hora e em qualquer lugar - um dos principais pilares de uma gestão inteligente.

Uma Solução Inteligente para uma Gestão Inteligente

A aposta em Tecnologias de Informação inovadoras, capazes de agilizar processos e promover uma integração coesa das diferentes áreas funcionais dos organismos públicos e dos respetivos Stakeholders é a resposta certa, para uma prestação de serviços de excelência, na Administração Pública.

O ERP Cegid Primavera Public Services é a solução usada por inúmeros organismos de referência em setores como a Educação, Saúde, Transportes, Serviços Sociais ou Organismos da Administração Central e Local. As vantagens da implementação desta solução são várias, entres elas destacam-se:

  • Rigor na orçamentação e gestão financeira
  • Agilidade e rapidez na resposta aos normativos legais e fiscais
  • Rapidez nos processos administrativos de gestão de Recursos Humanos
  • Processamentos automáticos
  • Integração com plataformas de compras públicas

Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!