100.24.118.144
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
CFO 5.0
{alt:Rosa Peixoto}

CFO 5.0: Tendências e desafios atuais do gestor financeiro

O CFO do Futuro e o futuro do CFO

Historicamente, a equipa de gestão ocupava um lugar separado – e por vezes isolado – no organigrama da maioria das empresas, e a sua função estava muito circunscrita à supervisão, ao controlo e reporte financeiro das empresas.

Hoje, o CFO é um elemento fundamental na tomada de decisão. A função financeira passou a ser responsável não só por apresentar dados sobre a atividade empresarial, mas também pela justificação e compreensão desses dados e até pela antevisão e previsão de cenários

Uma mudança suportada em tecnologia

Esta mudança de paradigma é fácil de compreender se pensarmos que hoje todos os processos de gestão estão suportados em sistemas de informação, onde circulam quantidades avultadas de dados, passíveis de serem transformados em insights valiosos para o alinhamento estratégico futuro das empresas.

Mas esses insights só estão disponíveis se o CFO se socorrer de tecnologia que permita converter os múltiplos dados que circulam na empresa em informação de apoio à decisão.

E esse é o grande desafio atual do CFO – saber obter os dados certos para tomar as melhores decisões. Mas há outros:

Principais desafios do CFO

Disrupção tecnológica

A popularização de tecnologias de automação de processos robóticos ou RPA (Robotic Process Automation), Machine Learning, Data Mining e outras tecnologias de Inteligência Artificial vieram abrir um leque de possibilidades de análise e exploração da informação de gestão que até há poucos anos não existia. O gestor suportava as suas decisões com base no passado. Agora, é possível tomar decisões com base em análises preditivas fidedignas, e o CFO precisa de saber como fazê-lo.

A rapidez de decisão

Nunca, como hoje, foi tão decisiva a rapidez de decisão. Tudo acontece a uma velocidade estonteante e quem chegar primeiro, tem melhores condições. Nesta corrida efervescente, torna-se vital obter informação rigorosa, estruturada e consolidada em tempo oportuno. Este é, por isso, um grande desafio para o CFO, principalmente numa altura em que as organizações produzem elevados volumes de dados, mas muitas vezes não tiram partido dessa informação para otimizar a tomada de decisões

Globalização

A experiência e o conhecimento dos mercados globais é considerada a competência mais importante no conjunto de habilidades dos CFOs, de acordo com o estudo "The view from the top”, da KPMG. Qualquer estratégia de crescimento deve ter em conta uma perspetiva global. Assim, o CFO, no presente e no futuro, deve ter um amplo conhecimento do negócio e das finanças mundiais.

Remota e Automatizada: assim será a gestão financeira no futuro

Nos próximos anos iremos observar a consolidação do work from home, ou, pelo menos, de modelos híbridos, com alguns dias no escritório e outros em casa ou em qualquer outro lugar. Isto exigirá uma nova abordagem à gestão das equipas – uma abordagem mais flexível, empática e com o foco na comunicação – muitas vezes virtual

Para que tal seja possível, as empresas terão de munir-se das ferramentas necessárias para garantir o acesso remoto à informação. Ora, é precisam

ente aqui que entra o fundamental papel das ferramentas cloud: seja para possibilitar o trabalho remoto, seja para agilizar o acesso em tempo real a todos os dados de negócio.

Alguns processos que podem ser automatizados:

Faturação

Processo de faturação, recorrendo à integração de pedidos via webAPI e consequente registo automático na contabilidade.

Compras e despesas

Processos de compra e lançamento de despesas.

Reporting Fiscal

Tratamento das obrigações fiscais.

Como é que a cloud pode ajudar?

Maior acessibilidade

Poder aceder aos dados de negócio em qualquer lugar é uma vantagem que perdurará nos próximos anos face à procura crescente por modelos de trabalho remoto e híbridos. As soluções cloud permitem que os colaboradores acedam a partir de qualquer lugar, mediante as definições pré-configuradas

Segurança redobrada

Quando se trata de informação de negócio, todos os cuidados são poucos. E sabemos que uma empresa por si só tem sérias dificuldades em garantir a segurança dos dados, não só porque implica ter recursos qualificados no tema, como um forte investimento financeiro. Ter uma equipa de especialistas a garantir a segurança dos dados e a disponibilidade contínua do sistema não está ao alcance de todas as organizações. Ao utilizarem um software de gestão ou ERP cloud têm a garantia de que uma equipa especializada se encontra 24/7 a salvaguardar a segurança dos seus dados. Mas atenção ao fornecedor que escolhe

Custos mais reduzidos

O modelo tradicional de compra de uma licença de utilização de software apresenta um TCO (Custo Total de Propriedade) elevado, quando comparado com o modelo de subscrição inerente às soluções de gestão cloud. Ao aceder a soluções cloud não precisa de investir em servidores e outros equipamentos, nem sequer de zelar pela sua manutenção e segurança. O serviço Cloud tem tudo incluído, para que o CFO se foque apenas no negócio

Ferramentas sólidas de controlo de gestão

Nunca como hoje a inovação foi tão frenética. Em apenas alguns meses ou anos surgem novas tecnologias, novos automatismos e possibilidades de integração de dados. Ao utilizar uma solução de gestão cloud garante o acesso permanente a todas as novidades e atualizações incorporadas no sistema, algo que é de relevância extrema para os CFOs, que vêm assim sempre garantida a conformidade com a legislação, que é muito dinâmica.

Os novos KPIs que o CFO deve acompanhar

Quais são os KPIs importantes para a gestão financeira? Existem inúmeros exemplos de empresas, como AirBnB ou Uber, cujos modelos de negócio não podem ser medidos apenas a partir dos números de vendas ou de margens de lucro e cuja estratégia depende de muitos outros fatores mensurados e avaliados através de KPIs não financeiros. Ainda assim, estes KPIs devem ser tidos em conta e incluídos na construção de orçamentos, forecasts e outros documentos que suportam a tomada de decisões.

Alguns dos KPIs que podem ser críticos para o sucesso de uma empresa e que apresentam desafios no momento de serem medidos são:

  • Satisfação dos trabalhadores
  • Experiência do cliente
  • Reputação da marca
  • Eficiência de processos e níveis de produtividade


Gestão financeira Lean

A Lean Finance surge a partir do conceito de Lean Management – a ideia de aumentar a eficiência e reduzir o desperdício para melhorar os resultados. Isto, aplicado ao mundo das finanças, traduz-se na criação ou adoção de ferramentas, processos e formas de trabalhar que contribuem para uma melhor performance da equipa financeira.

Quem criou a definição mais abrangente e completa do que é um sistema Lean foram James Womack, Daniel Jones e Daniel Roos, no famoso livro "The Machine That Changed the World”.

Como o Lean pode aumentar o valor na gestão financeira?

Se aplicarmos estes princípios à gestão financeira, certamente encontraremos formas de melhorar ou eliminar processos desnecessários, o que automaticamente vai significar um incremento da eficiência. Por outras palavras, permitirá poupar tempo e dinheiro, enquanto se constrói uma empresa mais ágil e atraente para qualquer stakeholder.

Gestão financeira integrada

A integração de processos era até aqui um must have, mas no cenário empresarial atual é vital para garantir a eficiência da gestão financeira do negócio. Como vimos, tudo o que se passa numa empresa, tem impacto financeiro, direta ou indiretamente. Por essa razão, o CFO do futuro deve sair da cúpula que falávamos no início e conhecer tudo o que se passa na sua organização. Para tal, deve considerar a implementação de um sistema de gestão financeira integrado na sua empresa.

O que é a gestão financeira integrada?

Imagine uma plataforma que permite administrar e controlar todos os processos financeiros e contabilísticos. Isso é uma gestão integrada! Ao trabalhar toda a informação com relevância contabilística no mesmo local – sejam a contabilidade, compras, vendas, ativos, pagamentos, despesas, contas correntes, bancos inventário, impostos – tem a certeza de que todas as equipas trabalham com base nos mesmos dados, o que traz um elevado grau de certeza quanto aos números que sustentam a tomada de decisões.

Esta integração vem facilitar a execução de inúmeras tarefas como faturação, controlo de tesouraria, registos, pagamentos, preparação de relatórios ou controlo de gastos. Por estar tudo integrado aumenta a rapidez de execução das tarefas, o rigor da informação e a possibilidade de construir modelos estruturados de dados a partir dos quais obtém informação analítica de apoio à decisão.

A gestão financeira integrada apresenta inúmeras vantagens:

  1. Evita a introdução repetitiva de dados, contribuindo para aumentos substanciais de produtividade.
  2. Ajuda a reduzir custos associados a erros humanos que ocorrem no momento da introdução de dados.
  3. Acelera a recolha e estruturação de informação que suporta a tomada de decisões e permite antecipar o forecasting.

O papel da cloud no novo paradigma de gestão financeira

As soluções cloud já demonstraram ser o futuro da gestão, não só devido à tendência crescente do teletrabalho, que obriga a um acesso remoto aos dados, mas essencialmente devido às suas características únicas que permitem eliminar custos relacionados com hardware, manutenção, atualização, suporte e segurança. A isto podemos acrescentar as possibilidades de maior retorno do investimento, acesso mais rápido a análises financeiras em tempo real e possibilidade de acompanhar o negócio em qualquer lugar.

ROSE Business Management, o ERP Cloud ideal para o CFO

Obtenha uma gestão integrada do negócio e usufrua de mecanismos inteligentes que ajudam a tomar as melhores decisões com o ROSE BM. Descubra, neste ebook, as tendências e os desafios do CFO 5.0.

Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!