54.82.73.21
Usufrua de um serviço de suporte de excelência.
Uma rede de mais de 400 Parceiros especializados e certificados na implementação e suporte às soluções PRIMAVERA garante um serviço de assistência da máxima qualidade. Encontre um Parceiro perto de si.Pesquisar
Precisa de Ajuda?
Tem dúvidas sobre a modalidade de suporte mais adequada ao seu negócio? Nós ajudamos!Pedir contacto
A iniciar em breve
Estatutos da Parceria
Saiba Mais
Quero ser Parceiro PRIMAVERA Saiba Como
Encontrar Parceiro
Login
Conheça a nossa oferta de forma mais detalhada aquiConsultar
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketPlace
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30

Volume de negócios da PRIMAVERA cresceu 12% em 2017

O crescimento face ao período homólogo foi sustentado essencialmente pelo mercado interno, onde se registou um reforço de 60% do negócio na cloud e um aumento de 50% no setor público.

A PRIMAVERA alcançou em 2017 um volume de negócios de 22,3 milhões de euros e um EBITDA de 16%, correspondente a 3,6 milhões de euros, registando um crescimento de 12% face ao período homólogo.  

Focada e especializada na transformação e qualificação digital das organizações públicas e privadas, a PRIMAVERA está presente em mais de 20 países, tendo em 2017 reforçado a sua presença internacional, particularmente nos mercados anglo-saxónicos e da América Latina, através da spin-off Valuekeep, que disponibiliza uma solução global online de gestão da manutenção de equipamentos e ativos. 

A nível nacional, a aposta na inovação e desenvolvimento conduziu ao aumento de 60% do segmento cloud da tecnológica, maioritariamente graças ao lançamento de uma plataforma low-code, o OMNIA Platform, que disponibiliza modelos de aplicações pré-concebidos que permitiram às empresas aceder a aplicações de gestão à medida num curto período de tempo, auxiliando no processo de transformação digital dos negócios. Ainda no segmento cloud, o ano ficou também marcado pelo lançamento do JASMIN, uma solução destinada às microempresas que contribuiu para o incremento dos resultados neste segmento. Também o desenvolvimento de soluções adaptadas às novas obrigações contabilísticas da Administração Pública, designadamente o Novo Sistema de Normalização Contabilística (SNC-AP), potenciou o crescimento de 50% da spin-off PRIMAVERA Public Services. 

"Tendo em conta todas as dificuldades sentidas nos mercados de Angola e Moçambique, onde a economia tarda em se dinamizar e a desvalorização das respetivas moedas afeta de forma assinalável o nosso volume de negócio e EBITDA consolidado, podemos dizer que 2017 acabou por ser um ano bem positivo para a PRIMAVERA e para os seus parceiros, do qual depende sempre o nosso sucesso. Em Portugal, para além do crescimento em vários setores e produtos, apraz-me registar a recuperação de cerca de dois mil contratos de manutenção de software, um movimento do qual obviamente nos orgulhamos, na medida em que pudemos recuperar uma relação de trabalho diário com essas empresas”, explica o co-CEO José Dionísio. "É de destacar ainda o JASMIN, que, com um ano de mercado, é já um sucesso e está a aju-dar a alavancar o interesse das pequenas empresas portuguesas pelas soluções em ambiente cloud”, acrescenta o responsável.

Em 2018, a PRIMAVERA pretende avançar com a disponibilização do JASMIN no mercado espanhol e lançar o já anunciado ERP v10 – um sistema híbrido que estabelece a ligação entre as soluções cloud e as soluções instaladas –, que resulta de um investimento de dois milhões de euros. A aceleração da plataforma de desenvolvimento ágil OMNIA é igualmente uma das metas da empresa. 2018 será também um ano de investimento em novos talentos, prevendo a empresa aumentar bastante o headcount atual de cerca de 300 pessoas.