3.226.243.130
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace
Formação para a transformação digital

Formação contínua, o alicerce da transformação digital

O futuro das empresas passa inevitavelmente pela transformação digital dos processos de negócio. E com o universo digital em constante evolução, torna-se essencial uma aposta contínua em formação, pois só assim as equipas terão as competências necessárias para tirar partido das inovações tecnológicas e não perder o comboio da digitalização que atravessa a esfera empresarial de forma global

Se é verdade que a transformação digital tem como objetivo tornar os processos mais céleres e eficientes, nem sempre a digitalização de processos provoca os mesmos resultados.  Tão importante como a tecnologia implementada, é a capacidade de adaptação das empresas e dos seus colaboradores. Porque as pessoas são o principal ativo de qualquer empresa, um processo de transformação digital só será bem sucedido na medida em que as equipas estejam preparadas para os desafios do digital. E preparar os profissionais para a transformação digital significa reformular competências e promover novas formas de trabalho, algo que é possível com um investimento na formação contínua das equipas. 

A sua equipa está preparada para a transformação digital? 

A falta de recursos humanos com as competências necessárias para dar resposta aos desafios colocados pela revolução digital é um dos principais desafios que se colocam às empresas. 
No estudo do Observatório EY: Portugal Digital, 74% dos inquiridos referiram esta lacuna como uma das suas grandes preocupações. Um número elevado para um mundo empresarial tendencialmente mais digital.

É, por isso, que hoje em dia já se fala em analfabetos digitais, aqueles que apresentam défice de competências digitais. E se, em qualquer empresa, a aposta em formação é um fator-chave para a sua competitividade, quando se trata de competências digitais a formação é ainda mais fulcral, pois as ferramentas tecnológicas evoluem a um ritmo veloz. 

Perante este desafio, é importante considerar o papel estratégico dos departamentos de RH na transformação empresarial, pois a eles cabe a tarefa de dotar as equipas de know-how e das ferramentas necessárias para adaptarem o seu modus operandi à era digital, contribuindo para organizações mais inteligentes que operam num mercado digital competitivo.

A transformação digital só é possível com competências digitais 


É fácil perceber que, tão ou mais importante do que a tecnologia, as pessoas são o fator determinante em todo o processo. Só elas poderão garantir o sucesso da transformação digital das empresas. E aqui, a gestão da mudança desempenha um papel fundamental. 

Como podem, então, os Recursos Humanos contribuir para a transformação digital das organizações
Num contexto de rápida mudança não há fórmulas mágicas, mas existem pontos essenciais:
  • É importante formar os líderes, mas não esquecer a restante força de trabalho, gerindo a dicotomia entre os millennials já nascidos na era digital e as gerações pré-boom tecnológico, com diferentes níveis de qualificação digital;
  • A velocidade de evolução tecnológica implica uma atualização contínua do perfil digital dos profissionais. A formação contínua é, por isso, essencial para garantir que a aprendizagem acompanha o ritmo do desenvolvimento tecnológico. 

A tecnologia pode ser uma aliada no trabalho das áreas de recursos humanos na gestão da formação. Com o apoio de um sistema de gestão é possível identificar facilmente as necessidades formativas da equipa, planear as ações, definir calendários, gerir budgets e agilizar todo o trabalho administrativo relacionado com a formação dos colaboradores. 

Conheça a solução de gestão de RH da PRIMAVERA e saiba como pode tornar a gestão de Recursos Humanos da sua empresa simples, ágil e em tempo real.Com esta solução, as necessidades de formação são identificadas automaticamente de forma ajustada a cada cargo, conseguindo obter um plano de formação completo: gestão do orçamento; organização e realização das ações (interna e/ou externa); avaliação; atualização automática do CV do colaborador; registo de presenças/ausências e reflexão na folha de vencimento. Com estes automatismos, gerir a formação dos colaboradores é mais ágil e a sua empresa estará já a caminho da digitalização. 
Partilhar
0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!