3.236.132.132
919 204 462Ligue Já!
Ou nós ligamos!Deixe os seus dados para contacto.
Seremos breves!
Horário - dias úteis das 9h30 às 18h30
Login
Conheça as soluções integradoras dos nossos ParceirosMarketplace

Realidade Virtual, uma tendência no setor do Retalho


Com a evolução da tecnologia e com a massificação da utilização da internet e dos dispositivos móveis, o digital e as novas tecnologias começam a ser um dos principais canais de inovação deste mercado. Além da expansão do e-commerce, que tem surgido aliado a novas lojas exclusivamente online ou a modelos híbridos dos negócios tradicionais, começam também a surgir outras tecnologias que irão impactar este setor.
 
Falamos da Realidade Virtual (RV) e Aumentada (RA), duas tecnologias que irão transformar a experiência do consumidor dentro e fora da loja, assim como outras áreas da empresa como os recursos humanos, o marketing ou a logística.
 
Segundo a Goldman Sachs, este é um mercado que irá valer 1.6 mil milhões de dólares já em 2025 apenas no retalho, enquanto a ABI Research espera uma faturação de 1.8 mil milhões no retalho e no marketing em 2022. Já a Walker Sands afirma que dois terços dos utilizadores de internet estarão interessados na Realidade Virtual, assim como 63% acreditam que esta tecnologia irá influenciar a experiência de compra.
 
Embora a Realidade Virtual esteja apenas numa fase inicial de implementação neste setor, várias são as marcas e os utilizadores que olham para esta tecnologia com muito entusiasmo, focando-se no que poderá trazer de positivo para o setor.
 
Mas, antes de desenvolvermos este tema, vamos perceber o que é a Realidade Virtual e como se distingue da Realidade Aumentada.


O que é a Realidade Virtual?

 
A Realidade Virtual é uma interface em ambiente virtual, que simula o mundo real, para proporcionar uma experiência imersiva em 3D. Ao simular efeitos sonoros, visuais e táteis, o utilizador é capaz de acreditar que as interações ocorrem no mundo real, criando uma imersão total nesse meio simulado.


Realidade Virtual vs Realidade Aumentada

 
Embora muitas vezes confundidos, existe uma grande diferença entre ambos os conceitos.
 
A realidade virtual consiste, então, num ambiente de simulação ou recriação do real, que resulta da utilização de tecnologia informática interativa.
Por outro lado, a Realidade Aumentada baseia-se na sobreposição de objetos digitais ao mundo real. Para isso, é necessário apenas um software e um equipamento capaz de fazer a leitura das imagens (marcadores) no ambiente real e a exibição dos objetos digitais correspondentes. Geralmente, esta interação pode ser feita a partir de aplicações instaladas num tablet ou num smartphone com câmara.
 
Na prática, a Realidade Virtual pode ser muitas vezes encontrada em jogos ou simuladores interativos (como é exemplo a recriação virtual do Muro de Berlim), e a Realidade Aumentada está muito presente em jogos e em aplicações de decoração. Servem de exemplo o Pokemon Go e a app do Ikea, que permite visualizar os móveis na habitação antes de os comprar.
 

Quais os benefícios da Realidade Virtual no retalho?


• Permite uma experiência interativa e personalizada - Com a Realidade Virtual, os retalhistas podem simular um ambiente imersivo que permite ao cliente ter uma perceção do produto no mundo real.

• Reduz a taxa de devoluções - Com a possibilidade de observar e testar os produtos através da Realidade Virtual, os clientes podem perceber melhor as vantagens e desvantagens dos produtos, reduzindo assim a necessidade de devolução.

• Permite recolher dados analíticos - Uma vez que os clientes irão interagir num sistema virtual com os produtos ou com os espaços, é possível recolher dados e perceber quais os pontos mais e menos relevantes na experiência de compra do cliente.

• Permite uma forma mais eficiente de formação para colaboradores - Com a simulação em ambiente virtual de casos de estudo, é possível treinar os colaboradores com situações reais e perceber as suas reações em tempo real.


O seu negócio está preparado para receber a Realidade Virtual?

 
Com a Realidade Virtual a chegar aos poucos, existem algumas coisas que pode já ir verificando de forma a facilitar a implementação da realidade virtual:
 
• Analise a ligação entre as suas lojas físicas e online - Antes de pensar em adotar a realidade virtual, é importante assegurar que a ligação entre as suas lojas online e físicas é garantida e alinhada. É importante manter uma base forte nas plataformas existentes antes de implementar novas tecnologias.
 
• Determine quais as vantagens da realidade virtual no seu negócio - Antes de pensar em implementar a realidade virtual, é importante que analise e perceba a jornada de compra do seu cliente, de maneira a identificar se a utilização da inteligência artificial é possível e útil.
 
• Explore as tendências de realidade virtual existentes - Se acha que está na altura de começar a aplicar este conceito ou se quer ser um early adopter na sua área, comece por perceber o que já está a ser feito nesta área.


Quem já utiliza a Realidade Virtual?

Wallmart e a formação de colaboradores

O Wallmart utiliza a realidade virtual para ajudar a selecionar colaboradores para cargos de gestão. Com recurso a uns Oculus Go VR, a empresa simula vários cenários procurando descobrir qual a reação do colaborador às diversas situações.

Toms e a experiência de compra do seu cliente

Toms é um negócio de sapatos que desenvolve um conceito de oferta one-to-one. Ou seja, sempre que um cliente compra um par de sapatos nesta loja, está a oferecer outro par a crianças em países em desenvolvimento.
De forma a oferecer aos seus clientes a possibilidade de experienciar os resultados da sua compra, a Toms desenhou uma aplicação em Realidade Virtual que permite percecionar a entrega do segundo par de sapatos a crianças no Peru.
 

Soluções PRIMAVERA que permitem tirar proveito da Realidade Virtual

Com os negócios a evoluírem a grande velocidade, é importante que se centre no que é realmente necessário para fazer crescer o seu negócio e prestar um serviço de excelência e qualidade aos seus clientes.
 
Para isso, com a solução Tlim, da PRIMAVERA, toda a gestão do ponto de venda (POS) é simplificada e intuitiva, permitindo gastar o menos tempo possível noutro tipo de operações:
 
 1. Gestão de artigos intuitiva
 
 2. Campanhas promocionais fáceis de gerir
 
 3. Operações de Caixa simples
 
 4. Controlo das contas correntes de clientes e fornecedores
 
 5. Investimento reduzido
 
Conheça, ao pormenor, o Tlim e descubra como é fácil promover a fidelização dos seus clientes!


0 Comentários.
Mostrar comentários
Receba a newsletter com as nossas melhores histórias!